Para Oferecer uma melhor experiencia de navegação, o portal da Dunlop utiliza Cookies. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Leia Mais

Notícias

Dunlop estabelece os “10 mandamentos” para obter a máxima eficiência dos pneus

São Paulo, 30/08/2017 - Para extrair o máximo de eficiência e durabilidade dos pneus, a Dunlop estabeleceu 10 dicas que, se seguidas pelos proprietários de automóveis, garantirão maior tranquilidade, conforto e segurança na condução de veículos.

A simples atitude de checar a pressão dos pneus toda a vez que abastecer o carro, por exemplo, pode render uma boa economia de combustível.  Com a calibragem correta, é possível aumentar a quilometragem do veículo em até 3%, segundo informações do Escritório de Eficiência Energética e Energia Renováveis do governo dos Estados Unidos. 

Rodar mais quilômetros com a mesma quantidade de combustível também é possível ao se manter o alinhamento da direção e o balanceamento das rodas em dia. Assim como a baixa pressão, rodar com o veículo desalinhado e desbalanceado faz com que o motor do veículo precise de mais força (e mais combustível) para colocar e manter o automóvel em movimento.

A Dunlop também reforça que uma correta checagem dos pneus diminui os custos de manutenção do veículo, pois também aumenta a vida útil dos pneus, das rodas e do conjunto da suspensão. “O mais importante, no entanto, é a segurança dos ocupantes do veículo, uma vez que os pneus são o único ponto de contato do carro com o solo. Por isso, eles merecem uma atenção redobrada”, explica Rodrigo Alonso, gerente sênior de Vendas e Marketing da Dunlop Pneus.

Confira abaixo a lista completa com os “10 mandamentos” para obter a máxima eficiência dos pneus:

1º- Mandamento: Calibre os pneus pelo menos a cada 15 dias

Motivo: Para cada ponto de PSI (a unidade de pressão que você vê marcada no calibrador) que um pneu roda abaixo do recomendado, estima-se uma perda de 0,2% no rendimento do combustível.

2º- Mandamento : Verifique o estado dos pneus caso tenha caído em um buraco ou raspado na guia.

Motivo: A depender do impacto, os pneus podem sofrer deformações ou avarias.

3º- Mandamento: Realize check-ups periódicos no sistema de suspensão do veículo.

Motivo: Além de comprometer a segurança e geometria do veículo, amortecedores ineficientes causam falta de estabilidade e desgaste irregular nos pneus, o que diminui sua vida útil.

4º- Mandamento: Faça o rodízio dos pneus conforme indicado no manual do veículo.

Motivo: O rodízio entre 5 e 10 mil quilômetros otimiza o rendimento dos pneus e assegura um rodar confortável

5º- Mandamento:Respeite a carga máxima suportada pelo veículo.

Motivo: O excesso de carga é responsável por muitos acidentes. Verifique inclusive se o fabricante do veículo não estipulou calibragens diferentes nos casos de carga máxima ou carro vazio.

6º- Mandamento: Evite arrancadas e freadas bruscas

Motivo: Cantar pneus significa queimar a borracha no asfalto e consequentemente diminui a durabilidade.

7º- Mandamento: Substitua os pneus antes de chegarem na marca de segurança (TWI).

Motivo: O Tread Wear Indicator (TWI) é um pequeno ressalto de 1,6mm de altura que fica localizado dentro do sulco do pneu. Quando ambos estão no mesmo nível, significa que o pneu deve ser substituído imediatamente.

8º- Mandamento: Substitua as válvulas do pneu quando necessário.

Motivo: Para garantir que os pneus não percam pressão rapidamente, o condutor deve ficar atento às válvulas pneumáticas. Ao substituir os pneus, elas sempre devem ser trocadas.

9º- Mandamento: Quando substituir os pneus, respeite as medidas indicadas pelo fabricante do veículo.

Motivo: Rodar com pneus fora das medidas pode diminuir a vida útil do automóvel e também comprometer a segurança e o conforto dos ocupantes.

10º- Mandamento: Realize o alinhamento e balanceamento sempre que notar trepidação ou desalinhamento no curso da direção.
Motivo:  Um carro desalinhado “puxa” para um dos lados e faz com que o pneu se desgaste irregularmente. Já pneus desbalanceados consomem mais combustível.